Homesphere

A Euribor a 12 meses atingirá 1% antes do final do ano e 2% em 2023

Um estudo da Caixabank fez a revisão em alta das taxas de juro, depois do BCE ter confirmado que a taxa de juro diretora vai subir em julho.

A taxa Euribor a 12 meses tem é a mais requisitada em Portugal no conjunto de novos contratos de crédito habitação de taxa variável, mas hoje, é a menos atrativa dos três prazos, a 3, 6 e 12 meses. Esta taxa atingiu os 0,013% em abril e os dados provisórios de maio apontam para que a média mensal da Euribor a 12 meses se fixe em torno dos 0,24%, o maior valor registado desde fevereiro de 2015.

Na verdade, nos últimos dias, a Euribor a 12 meses já superou a barreira dos 0,3% atingindo o seu nível mais alto desde 2014 e tudo indica que esta taxa chegará a 1% antes do final de 2022, estando já a ser impulsionada pelos aumentos das taxas de juro já anunciados pelo BCE, uma medida usada para travar a inflação que se faz sentir no espaço europeu. De acordo com dados do Eurostat, a inflação na Zona Euro atingiu os 7,4% em abril.